terça-feira, janeiro 25

Voce pinta como eu pinto???





Consegue???


Beijunda.

67 comentários:

Anônimo disse...

só com giz marrom n.2 da fabrica toba.

Anônimo disse...

se tiver latejando fica borrado!

Anônimo disse...

Como saber se seu amigo é gay:




✘Chegar aos trinta anos e não ter barriga
Nível Gay: Com certeza é gay.
Observações desnecessárias.
.
✘Chupar pirulitos
Nível Gay: Viadagem.
Observações: As únicas coisas que um homem de verdade pode chupar é precisamente essas partes das mulheres que estão imaginando. Pros gaúchos, o chimarrão tá liberado.
.
✘Ter um gato
Nível Gay: Somente um homossexual consumado tería um gato.
Observações: Um gato é como um cachorro porém em versão bicha, se lava com sua propria lingua, come pescado e nunca se embebeda. Pode-se dizer que o homem que vive só com um gato em sua casa, vive em uma profunda relacão gay. Senão vejamos: um cachorro se chama com dignidade masculina, “Vem cá, seu corno safado” ou “sai daqui seu cão da moléstia”, porém a um gato… “Bsss-bsss-bsss, kiti kiti kiti, vem belezinha, meu gatinho lindo”, e ainda sai gritando com o gato no colo: – Corinthiansss… ai, ai ai ai, ai ai ai ai ai ai ai em cima em baixo e puxa e vai…


✘Não ir à caça ou à pescaria porque não tem banheiro
Nível Gay: Adivinha?
Observações: Um verdadero homem caga onde estiver.
.
Pedir café descafeinado, café com leite desnatado ou coisas similares:
Nível Gay: Bicha
Observações: Café é café, deve ser forte… é masculino! As únicas coisas que se podem adicionar ao café são conhaque e whisky, todo o resto é coisa de boiola.
.
✘Saber o nome de mais de quatro bolos
Nível Gay: Baitola!
Observações: Um homem só conhece o suficiente para o café da manhâ no botequim. Onde se viu um verdadeiro homem entrar em uma lanchonete e dizer “com licença, podería me dar duas porcões de “lemon pie” e uma de “brownies”? Com 20 times na primeira divisão e 25 jogadores em cada um… quem ainda vai ter lugar na memória para lembrar nomes de tortas…
.
✘Dirigir com as duas mãos
Nível Gay: É muto gay. Putinho !
Observações: Se os “cowboys” conseguen laçar touros com uma só mão… por que um homem precisa de duas mãos para agarrar o volante? As duas mãos no volante só em dois momentos: ultrapassar ou tocar buzina; no mais, a mão direita deve estar livre para poder sintonizar o radio, falar pelo celular ou fumar, comer um sanduíche, segurar a cerveja, e passar a mão naquelas partes da mulher.
.
✘Adora dançar
Nível Gay: Bichona !
Observações: Os homens só dançam por necessidade de arranjar uma garota, mas daí a adorar dançar…
.
✘Conhecer os nomes de atores e atrizes da moda e em que filmes ou novelas atuaram
Nível Gay: Coisa de bichinhas…
Observações: Um homem de verdade só se lembra de ter visto determinado ator em outro filme cortando cabeças com uma espada em cada mão.
.
✘Repara se uma mulher se veste bem ou mal e consegue lembrar de que cor era seu vestido
Nível Gay: Viadaçooooo e não se assume
Observações: Um homem de verdade não importa a roupa e muito menos se a mulher veste marcas. Um homem de verdade só se lembra de como estava bonita e da cor da calcinha que ela estava usando.
.
✘Checar a validade em todos os produtos
Nível Gay: Bicha putinha
Observações: Um homem de verdade é imune aos produtos vencidos.
.
✘Só envia e-mails que falam da amizade, do amor, da ternura e outras bobagens que para cúmulo ainda estão ilustrados com flores e anjinhos, e no final te ameaça com algo terrível se você não passa-los adiante
Nível Gay: Gayzão doente!
Observações: Homem que é homem adora email de putaria! Mostrem sua hombridade e mandem isto a seus amigos.

Anônimo disse...

Então é assim que os enrustidos calibram seus gaysômetros em busca de prováveis parceiros?

Anônimo disse...

como detectar um São paulino.

Anônimo disse...

hummmmm boiola!!!

Anônimo disse...

prefiro aquele russo que meteu uma Flecha no olho do Amigo.

Anônimo disse...

É a primeira vez que vejo um boquete artístico que não seja um porno. Qual o nome que vão dar para este tipo de arte? Piroquismo? Bundismo? Fiofólismo? Boquetismo?

Anônimo disse...

em caminho de tatu, tatu caminha dentro?

jacare no seco anda?

voce vai na frente e eu vou com o tucano atras?

Anônimo disse...

I want to break free
I want to break free
I want to break free from your lies
You're so self satisfied I don't need you
I've got to break free
God knows, God knows I want to break free.

I've fallen in love
I've fallen in love for the first time
And this time I know it's for real
I've fallen in love, yeah
God knows, God knows I've fallen in love.

It's strange but it's true
I can't get over the way you love me like you do
But I have to be sure
When I walk out that door
Oh how I want to be free, baby
Oh how I want to be free,
Oh how I want to break free.
( gutar solo )
( keyboard solo )

But life still goes on
I can't get used to, living without, living without,
Living without you by my side
I don't want to live alone, hey
God knows, got to make it on my own
So baby can't you see
I've got to break free.

I've got to break free
I want to break free, yeah
I want, I want, I want, I want to break free.

Gerson disse...

2 girl one cup pintam bem melhor que ele!

Anônimo disse...

hummmmm boiola!!!

Emilio Morrediabo disse...

Ah, MORRE DIABO! EU QUERO Q VC SE FODA SEU FILHO DUMA PUTA!!! Eu mato a mãe e mostro a faca Não interessa pra você, palhaço. SEUS BANDEIRANTE FILHO DE UMA PUTA.

Anônimo disse...

Mesmo não tento grandes novidades, uma atualização sempre mostra que o desenvolvedor está preocupado em melhorar seu produto e mantê-lo atualizado.

Anônimo disse...

Era exatamente meio dia e o boteco do Canário estava lotado naquela segunda feira.
Na semana anterior Canário havia começado a servir almoço e como se sabe, almoço em boteco paulista é em via de regra da seguinte forma:

Segunda – Virado à paulista.
Terça – Dobradinha
Quarta – Feijoada.
Quinta – Macarronada com frango.
Sexta – Peixe ao molho.

E para todos os dias, caso o freguês não quisesse o prato do dia havia bife com fritas, filé de frango ou o indefectível picadinho.

Os freqüentadores de praxe estavam presentes, mesmo morando perto resolveram que nas primeiras semanas almoçariam no Canário para fazer “numero” nas mesas e atrair novos comensais. Desde que, claro, Canário fizesse um sensível desconto nos pratos durante aqueles dias.
E então lá estavam quase todos: Andrade, o professor aposentado; Dito, o ex-prefeito; Marvio o desocupado fiscal da natureza; Anízio e Derico.
Refestelavam-se todos, uns com o prato do dia – um apetitoso virado – e outros, como Dito, com um filé de frango grelhado: “-Para não aumentar o colesterol!” – dizia, quando entra um sujeito que ao que parecia, estava ali pela primeira vez, de passagem pela cidade a trabalho.

Entrou, sentou-se e em pouco tempo foi atendido por Fubequinha, garoto contratado por Canário para ajudar na hora do almoço.
-Pois não?
-Me trás um refrigerante diet gelado e o prato do dia... – diz ele com sotaque mineiro carregado.
-Refrigerante diet gelado não tem...
-Então trás um quente e gelo no copo.
-Não tem refrigerante diet.
-Uai... Então trás um comum mesmo... E o que é o prato do dia mesmo?
-Virado à paulista...
-Virado?
-É.
-À paulista?
-É....
-Não quero não... O que tem de opção?
-Picadinho ou file de frango.
-Só?
-Só... Mas o virado está gostoso.
-Quero não... Dá ultima vez que vi alguém pedindo um “trem” destes em outro bar, o balconista que era “mei esquisitim” virou de costas mostrando o traseiro e disse: “Ô loco, mano!”
Os tradicionais freqüentadores do boteco não conseguiram conter o riso.

-Mas então eu vou ter que ir comer em outro lugar, uai... Eu não quero comer frango não e “picadim” já viu né... Brigado assim mesmo...
Se levanta, pega sua pasta e se retira.

Naquela mesma tarde Andrade volta ao Canário para dizer que viu o mineiro comendo no bar “Recanto Gastronômico”, que apesar do nome pomposo, serve exatamente a mesma coisa...
-Exatamente não! – diria Andrade.
-Como não? – pergunta Canário.
-Lá ele estava almoçando um senhor “Tutu de Feijão”, com bisteca fritinha, ovo estrelado, couve, lingüiças e claro, o feijãozinho...
-E não é a mesma coisa? – indaga o botequeiro.
-Tecnicamente não... Tem o nome de “Tutu de feijão”.
-Com todo respeito mestre... Vá à...

Anônimo disse...

-Quero não... Dá ultima vez que vi alguém pedindo um “trem” destes em outro bar, o balconista que era “mei esquisitim” virou de costas mostrando o traseiro e disse: “Ô loco, mano!”
Os tradicionais freqüentadores do boteco não conseguiram conter o riso.
Não só ele hahaha.

Anônimo disse...

I WAS BORN THIS WAY LYRICS

I'm walking through life in nature's disguise
You laugh at me and you criticize
'Cause I'm happy, carefree and gay
Yes, I'm gay
Ain't no fault - it's a fact
I was born this way - yeah
Now I won't judge you - don't you judge me
We're all the way nature meant us to be

Chorus
I'm happy, I'm carefree and I'm gay
I was born this way

You call me strange 'cause you don't understand
God's role for me in life's overall plan
I've learned to hold my head up high
Not in scorn nor disgrace
Doin' my thing individually
Entwined with this human race

Now I won't judge you - don't you judge me
We're all the way nature meant us to be

Chorus

You laugh at me and you got the nerve to criticize
If I were you I'd sit down
And consider what you're doin'
Love me and I love you
And together ain't no tellin' what we'll do
Yeah - born I said
From a little bitty bitty boy
I was born this way

I love you, I love you
And even you - born this way - yeah
I'm tellin' y'all one more time
I was born this way, proud to tell it
I was born this way
Gonna shout it, tell the world about it
I was born this way

Anônimo disse...

The British Police are the best in the world
I don't believe one of these stories I've heard
'Bout them raiding our pubs for no reason at all
Lining the customers up by the wall
Picking out people and knocking them down
Resisting arrest as they're kicked on the ground
Searching their houses and calling them queer
I don't believe that sort of thing happens here

Sing if you're glad to be gay
Sing if you're happy that way

Pictures of naked young women are fun
In Titbits and Playboy, page three of The Sun
There's no nudes in Gay News our last magazine
But they still find excuses to call it obscene
Read how disgusting we are in the press
The News of The World and the Sunday Express
Molesters of children, corruptors of youth
It's there in the paper, it must be the truth

Sing if you're glad to be gay
Sing if you're happy that way

Don't try to kid us that if you're discreet
You're perfectly safe as you walk down the street
You don't have to mince or make bitchy remarks
To get beaten unconscious and left in the dark
I had a friend who was gentle and short
Got lonely one evening and went for a walk
Queerbashers caught him and kicked in his teeth
He was only hospitalised for a week

Sing if you're glad to be gay
Sing if you're happy that way

So sit back and watch as they close all our clubs
Arrest us for meeting and raid all our pubs
Make sure your boyfriend's at least 21
So only your friends and your brothers get done
Lie to your workmates, lie to your folks
Put down the queens and tell anti-queer jokes
Gay Lib's ridiculous, join their laughter
'The buggers are legal now, what more are they after?'

Sing if you're glad to be gay
Sing if you're happy that way

Anônimo disse...

I'm coming out
I'm coming
I'm coming out
I'm coming out
I'm coming out
I'm coming out

I'm coming out
I want the world to know
Got to let it show
I'm coming out
I want the world to know
I got to let it show

There's a new me coming out
And I just had to live
And I wanna give
I'm completely positive
I think this time around
I am gonna do it
Like you never do it
Like you never knew it
Ooh, I'll make it through

The time has come for me
To break out of the shell
I have to shout
That I'm coming out

I'm coming out
I want the world to know
Got to let it show
I'm coming out
I want the world to know
I got to let it show

I'm coming out
I want the world to know
Got to let it show
I'm coming out
I want the world to know
I got to let it show

I've got to show the world
All that I wanna be
And all my billities
Ther's so much more to me
Somehow, I have to make them
Just understand
I got it well in hand
And, oh, how I've planned
I'm spreadin' love
There's no need to fear
And I just feel so glad
Everytime I hear:

I'm coming out
I want the world to know
Got to let it show
I'm coming out
I want the world to know
I got to let it show

Anônimo disse...

Come on, come on, come on, come on

(Together) We will go our way
(Together) We will leave someday
(Together) Your hand in my hands
(Together) We will make our plans

(Together) We will fly so high
(Together) Tell all our friends goodbye
(Together) We will start life new
(Together) This is what we'll do

(Go West) Life is peaceful there
(Go West) In the open air
(Go West) Where the skies are blue
(Go West) This is what we're gonna do

(Go West, this is what we're gonna do, Go West)

(Together) We will love the beach
(Together) We will learn and teach
(Together) Change our pace of life
(Together) We will work and strive

(I love you) I know you love me
(I want you) How could I disagree?
(So that's why) I make no protest
(When you say) You will do the rest

(Go West) Life is peaceful there
(Go West) In the open air
(Go West) Baby you and me
(Go West) This is our destiny (Aah)

(Go West) Sun in wintertime
(Go West) We will do just fine
(Go West) Where the skies are blue
(Go West) this is what we're gonna do

There where the air is free
We'll be (We'll be) what we want to be (Aah aah aah aah)
Now if we make a stand (Aah)
We'll find (We'll find) our promised land (Aah)

(I know that) There are many ways
(To live there) In the sun or shade
(Together) We will find a place
(To settle) Where there's so much space

(Without rush) And the pace back east
(The hustling) Rustling just to feed
(I know I'm) Ready to leave too
(So that's what) We are gonna do

(What we're gonna do is
Go West) Life is peaceful there
(Go West) There in the open air
(Go West) Where the skies are blue
(Go West) This is what we're gonna do

(Life is peaceful there)
Go West (In the open air)
Go West (Baby, you and me)
Go West (This is our destiny)

Come on, come on, come on, come on

(Go West) Sun in wintertime
(Go West) We will feel just fine
(Go West) Where the skies are blue
(Go West) This is what we're gonna do

(Come on, come on, come on)
(Go West)

(Go West)
(Go, ooh, go, yeah)
(Go West)
(Go, ooh, go, yeah)
(Go West)
(Go, ooh, go, yeah)
(Go West)
(Go, ooh, go, yeah)
(Gimme a feelin')
(Gimme a feelin')
(Go West)
(Gimme a feelin')
(Gimme a feelin')
(Go West)
(Gimme a feelin')
(Gimme a feelin')

Anônimo disse...

Bronski Beat Smalltown boy :
You leave in the morning
With everything you own
In a little black case
Alone on a platform
The wind and the rain
On a sad and lonely face
Mother will never understand
WHy you had to leave
For the love that you need
Will never be found at home
[ Find more Lyrics on http://mp3lyrics.org/c8u ]
And the answer you seek
Will never be found at home
Pushed around and kicked around
Always a lonely boy
You were the one
That they'd talk about around town
As they put you down
And as hard as they would try
They'd hurt to make you cry
But you'd never cry to them
Just to your soul
No you'd never cry to them
Just to your soul

Anônimo disse...

At first, I was afraid, I was petrified.
Kept thinkin' I could never live
Without you by my side,
But then I spent so many nights
Thinkin' how you did me wrong.
And I grew strong
And I learned how to get along.

And so you're back from outer space.
I just walked in to find you here
With that sad look upon your face.
I should've changed that stupid lock,
I should've made you leave your key,
If I had known, for just one second,
You’d be back to bother me.

Well, now go! Walk out the door!
Just turn around now,
'Cause you're not welcome anymore!
Weren't you the one
Who tried to hurt me with goodbye?
Did you think I'd crumble?
Did you think I'd lay down and die?

Oh no, not I! I will survive!
Oh, as long as I know how to love,
I know I'll stay alive!
I've got all my life to live.
I've got all my love to give.
And I’ll survive! I will survive!
Hey, Hey!

It took all the strength I had
Not to fall apart
And trying hard to mend the pieces
Of my broken heart.

And I spent, oh, so many nights
Just feeling sorry for myself.
I used to cry,
But now I hold my head up high!

And you'll see me, somebody new,
I’m not that chained up little person
Still in love with you.

And so you felt like droppin' in
And just expect me to be free,
But now I'm savin' all my lovin'
For someone who's lovin' me!

Go now! Go! Walk out the door!
Just turn around now!
'Cause you're not welcome anymore!
Weren't you the one
Who tried to break me with goodbye?
Did you think I'd crumble?
Did you think I'd lay down and die?

Oh no, not I! I will survive!
Oh, as long as I know how to love
I know I'll stay alive!
I've got all my life to live.
I've got all my love to give.
And I'll survive. I will survive! Oohh..

Go now! Go! Walk out the door!
Just turn around now!
'Cause you're not welcome anymore!
Weren't you the one
Who tried to break me with goodbye?
Did you think I'd crumble?
Did you think I'd lay down and die?

Oh no, not I! I will survive!
Oh, as long as I know how to love
I know I'll stay alive!
And I've got all my life to live.
And I've got all my love to give.
And I'll survive. I will survive! I will survive!

Anônimo disse...

An wild Faggot apears!

Faggot use Gay musics!

It is super effective!

Anônimo disse...

Humidity's rising
Barometter's get low
According to all soulces
The street's the place to go
'Cos tonight for the first time
At just about half past ten
For the first time in history
It's gonna start raining men
It's raining men
Hallelujah it's raining men, Amen
I'm gonna go out
I'm gonna let myself get
Absolutely soaking wet
It's raining men
Hallelujah it's raining men
Every specimen
Tall blond dark and mean
Rough and tough and strong and lean
God bless Mother Nature
She's a single woman too
She took on a heaven
And she did what she had to do
She taught every angel
To rearrange the sky
So that each and every woman
Could find her perfect guy
It's raining men
Hallelujah it's raining men amen
It's raining men
Hallelujah it's raining men, Amen
. . . .
I feel stormy weather moving in
About to begin
Hear the thunder
Don't you lose your head
Rip off the roof and stay in bed
roof and stay in bed
God bless Mother Nature
She's a single woman too
She took on a heaven
And she did what she had to do
She taught every angel
To rearrange the sky
So that each and every woman
Could find her perfect guy
It's raining men
Humidity's rising
Barometer's getting low
According to all sources
The street's the place to go
'Cos tonight for the first time
At just about half past ten
For the first time in history
It's gonna start raining men
It's raining men
Hallelujah it's raining men, Amen
It's raining men, Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining men Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining men Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining men, Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining men Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining men Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining men, Hallelujah
It's raining men, Amen
It's raining

HOMOFÓBICO disse...

PORRA DE VIADAGEM DO CARALHO CAI SE FUDER SUA BIXA FILHO DE UMA PUTA MORRE DIABO, MORRE SEUS BIXA GAZELA DO INFERNO!!!!!!!!!!!!!!!!!!! HAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Anônimo disse...

o que houve com o Piriguetchy?

Grilo CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI disse...

CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI CRI

Anônimo disse...

pronto já começou a aparecer os animais!

Anônimo disse...

Paulista só sabe pegar no pé de mineiro, se bem que... Bom, da última vez que andei por essas bandas o taxista me olhou fragoso e perguntou se eu queria que ele pegasse o minhocão! Nem dei resposta.

Marcelo disse...

E estavam todos no botequim, como sempre, aliás, no fim de tarde.
Canário, o balconista, já havia trazido à mesa dos aposentados mais sacanas do mundo ao menos duas dúzias de cerveja.
Lá já se encontravam Andrade, professor aposentado de língua e literatura; Lucas, o açougueiro; Pedro Marvio, que trabalhou durante anos na estrada de ferro; Derico, que as línguas irônicas diziam que era “fiscal da natureza” em um eufemismo claríssimo para “vagabundo” e o ex-prefeito da cidade, Dito Fernando que todos conheciam como Sapo - vai saber por quê? – quando chega ao recinto Anízio, cabo da polícia militar. De todos, o único que ainda exerce sua função, ainda que em serviços internos, mas exerce.

-Grande Anízio! Tá de folga hoje? – pergunta Lucas.
-Boa tarde a todos! Estou sim...
-Conta pra gente ai... Muito trabalho na delegacia? – Pergunta Pedro.
-Rapaz... Depois que passei para os serviços internos o trabalho dobrou!
-Mas a grana também deu um salto, não deu? – é a vez do ex-prefeito.
-Não... Claro que não... Você sabe.
-Sei... Sei também dos “por fora” que recebe por conta dos ilustres defuntos que tem o azar de morrer em nossa cidade...
Dito Fernando vivia dizendo – mesmo quando era prefeito – que a cidade era um péssimo lugar para viver, mas para morrer servia bem já que morto não tem luxo mesmo... No máximo um caixão de madeira nobre, mas: “-Isto ele nem fica sabendo.”.

-Isto é lenda... É maledicência. Não existe!
-Esqueceu que fui prefeito? Acha que isto foge ao conhecimento da gente?
-Senhor Dito... Nós também sabemos de muita coisa que acontece na Casa Verde (a prefeitura), mas nem por isto falamos por ai, não é?

Andrade, que até ali tinha se limitado a ouvir resolve dar uma palhinha na conversa.
-Mas meus caros... Tem coisas que não precisam ser ditas. Subentende-se... Tem coisas que só um olhar já denuncia... As coisas que Dito diz que sabe, todos sabemos. É fato, embora não tenhamos visto nunca!
-Ok... Vou dar a chance a vocês de dizerem o que sabem, não vou confirmar e nem negar nada...
-Tá bom... Como eu tenho os ouvidos da rua... – diz Derico
-Claro! É vagabundo! – interrompe Anízio.
-Como tenho os ouvidos da rua, digo que o que se fala é que você ganha dinheiro para informar as agências funerárias da cidade sobre os falecimentos que são registrados na delegacia. – conclui.
-Mentira... Pura invenção! Não há o menor fundamento nisto...
-Não? – perguntou Lucas.
-Não.
-Não mesmo? – insistiu Marvio.
-Não, já disse.
-Então tá! – encerra a questão Derico, enquanto Andrade apenas sorri, ironicamente.

Então toca o telefone celular de Anízio, que sem se importar em pedir licença ou se afastar, atende.
-Alô?(...) Sim é o cabo Anízio. (...) Como? Acidente? (...) E teve mortos? (...) Dezessete? Tantos assim? Foi ônibus?(...) Tem certeza? Dezessete mesmo? (...) Que beleza... Que beleza... – e enquanto falava sorria com uma satisfação assustadora.
Quando desliga o telefone se dá conta do silêncio constrangedor no bar.
-O que foi? – pergunta.
-Nada! – diz Andrade – Mas de qualquer forma, Anízio.... Beleza... Que beleza!

Anônimo disse...

Ah, Anízio!!!
Mas "aniziar" é um pecado?
Se sim, é mortal?

Tá, digamos que ele tenha informação privilegiada!

Mas, sei não!

Anônimo disse...

Parece-me que foi um ato-falho. Coisa à toa. Mas que é muito engraçado, é.

Foi como a mulher do dono da funerária aqui em Divinópolis-MG que, dizem as más-línguas, atendeu um telefonema assim:

- Funerária Nossa Senhora do Rosário, sua tristeza é nossa alegria, boa tarde, em que posso ajudá-lo, senhor?

Anônimo disse...

Ehehehehe, é aquele esquema de sempre negar até a morte! Nesse caso, ele literalmente nega até a morte!!

Anônimo disse...

Quando li: "Dito Fernando vivia dizendo – mesmo quando era prefeito – que a cidade era um péssimo lugar para viver, mas para morrer servia bem já que morto não tem luxo mesmo..."
Eu diria que se tratava da minha cidade mas...

Anônimo disse...

Olha só isso, ganhando em cima da desgraça dos outros... conheço uma história parecida mas melhor nem falar muito nela rsrs. Mais um belo conto Groo. Aliás quero te fazer um convite: Se puder mesmo, queria convidar você a fazer uma participação especial no meu blog escrever sobre o que você quiser. Claro, se puder também. Me avise ok? Grande Abraço!

Lucas disse...

Cara, isso me lembrou uma história q aconteceu comigo, nada a ver mas... Estava eu numa pastelaria, no balcão, de um lado um senhor, bem velhinho, qdo chega do outro lado outro velhinho e pede um pastel, o primeiro(velhinho) reconhece a voz, dá uma inclinada pra frente pra ver quem chegou e reconhecendo o amigo diz: Rapaz, é vc q tá aí, qto tempo! Pois faz tempo mesmo hein?-responde o outro- eu pensava até q vc já tinha morrido!!! Quase voa pastel da minha boca! Tive q parar de comer pra rir! Amigo, hein?!? Legal o conto Principalmente pq me fez lembrar dessa passagem!

Marcelo disse...

E o fim da tarde chega encontrando toda a fauna que freqüenta o boteco do Canário reunida em torno de mesas devidamente cobertas de cervejas.
Andrade, Dito, o ex-prefeito, Márvio e até Anízio, o homem das funerárias.
As conversas variavam do tradicional futebol e política municipal até os também tradicionais pitacos sobre a mulherada que por ventura passa-se pela porta do boteco.
-Cê viu o jogo?
-Vi... Foi impedimento. O gol não valeu.
-Que gol? To falando do jogo de basquete...
-Basquete? Eu não assisto basquete... Não gosto de nada que põe as mãos na bola...
-Isto explica porque se divorciou...
-O que?
-Nada, nada... Deixa pra lá.

Então Derico, o fiscal da natureza – segundo as más línguas – adentra o bar e puxa uma cadeira...
-Ô Canário, seu safado... Trás uma coca-cola ai e uma porção de salame... Eu falei salame, heim? Vem com porcaria de mortadela não... - e virando-se para os amigos - E ai bando de desocupados? Que manda de novo?
-Mandar de novo em qual sentido? – diz Andrade, professor de português aposentado e chegado nos meandros da língua.
-Como assim em que sentido? – ficou curioso Derico.
-De novo no sentido de “novidade”, ou de novo no sentido de “outra vez”? – explica.
-Bom... Nos dois... – e ri amarelo.
-De novidade, nada...
-E se fosse “outra vez”? O que vocês mandam?
-Você ir tomar naquele lugar... – define o professor aposentado causando risos na turma.

Derico sabe da verve sacana de todos e nem liga.
-Márvio... Cê tem cachorro? – pergunta o ex-funcionario da ferrovia.
-Tenho... – responde - Por quê?
-Nada... É que a cadela lá de casa deu cria... E tem uns filhotes bonitos... São de raça.
-Obrigado... Mas eu não posso criar cachorro. Tenho alergia.
-Sem problemas... Alguém ai quer?
-Que raça que é? – se interessa Canário.
-São Bernardo...
-Para, Derico... Sua cadela nem é tão grande assim pra você dizer que é um São Bernardo... – diz Andrade.
-E nem muito religiosa também... - debocha Lucas, o açougueiro.
-Engraçadinho... E você Lucas? Não quer?
-Não... Não quero não... Tem um em casa que tá dando trabalho já... Por causa do nome...
-Do nome? – se interessa Andrade...
-É... Eu creio que seja... Levei para casa ainda filhotinho... Ficava lá, brincando com todo mundo... Bravinho até! E ninguém se preocupava em dar um nome para ele... Era cachorrinho para lá, cachorrinho para cá... E assim ia sendo... Até que alguém resolveu que ele tinha que ter um nome... E minha sobrinha foi lá em casa e escolheu um nome..
-E qual foi o nome que ela escolheu? – perguntou Dito, como verdadeiro porta voz da curiosidade de todos.
-Fiuk... Ela escolheu: Fiuk.
E todos riram.
-Mas qual o problema em batizar o cãozinho com o nome do filho do Fábio Junior? Ou de uma celebridade qualquer? - comentou Andrade.
-Nenhuma... Mas...
-Mas nada... – interrompe Andrade - Eu mesmo tive uma cachorrinha que levava o nome de Audrey, em homenagem a uma das mulheres mais bonitas da minha época...
-Audrey Hepburn? – pergunta Canário.-É... Conhece?
-Já li sobre... Mas faz tempo isto heim? Não sabia que você era tão velho...
-Ora... Vá se fu... Mas, conta ai Lucas, porque ele tá dando trabalho por conta do nome? – lembra-se Dito.
-É que enquanto a gente o chamava de cachorrinho, o bicho era invocadinho... Todo machinho... Mas foi só colocar este nome ai e pronto... Apareceu um monte de cachorro perto de casa e todos ficam cheirando o rabo dele... E ele nem liga... O silêncio permeia o ambiente até que:
-Cadê a coca com o salame Canário, porra! Tá disfarçando a mortadela para parecer com salame? – grita Derico.
-Não... To escrevendo no prato para o garçom não se enganar: para o Fiuk da mesa quatro, a dos aposentados...

Anônimo disse...

Vender carne de segunda como se fosse de primeira.

Este mereceu.

Mas, a maneira como foi feita, ficou espetacular.

Anônimo disse...

Pobre açoGUEYro (rs) sobrou pra ele... é por isso que eu sempre digo: "QUEM NÃO DEVE NÃO TEME!"

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Lucas disse...

Já comeu língua pensando que era carne de primeira?

Anônimo disse...

Ahahaha... gostaria de descobrir algo parecido com a palavra "mecânico".

Anônimo disse...

e agora uma pausa para os nossos anunciantes......:















































porra bota logo esse Vc seus merda.......

Fluzão Eterno disse...

Criei um blog sobre meu time de coração que é Fluminense e gostaria de perguntar
se você poderia me ajudar fazendo uma parceria de link comigo,desde já muito
obrigado e parabéns pelo seu blog:
http://fluzaoeterno.blogspot.com/
Ainda tenho o

http://fazendadohumor.blogspot.com/
Humor

http://atualinformaticanews.blogspot.com/
informatica


http://www.heroisdavida.blogspot.com/
Vida de bombeiro



Por favor me ajude com essa parceria de link ai,um abração e fico na torcida para
que você aceite.

keith disse...

Olá tudo bom?

Gostei do seu blog e queria propor uma Parceria de Links. Você coloca o meu link e eu o seu!
Se aceita você pode colocar desse modo abaixo:


Nome do link: carros
URL: http://www.cartuningrevolution.com


Mande o seu link tbm que eu vou colocar em nosso blog http://www.cartuningrevolution.com/blog
com PR 4 e 5.200 paginas indexada. Não IMPORTA O TEMA

Fico no aguardo abraços



Atenciosamente Equipe Car Tuning Revolution

Equipe Car Tuning Revolution - A Cada dia Crescendo Mais Junto com Voces.
Nextel: (21) 7863-3986 ID: 10*41541
E-mail: faleconosco@cartuningrevolution.com
Site: http://www.cartuningrevolution.com
Twitter: http://twitter.com/cartuningrevo

Anônimo disse...

Após morte, hospital decide trocar rótulos de medicamentos

Objetivo é evitar casos como o da garota que recebeu vaselina.

O superintendente da Santa Casa de Misericórdia, Antonio Carlos Forte, afirmou que a unidade e outros 38 hospitais administrados pela instituição vão substituir os rótulos dos frascos de medicamentos injetáveis e endovenosos por cores diferentes na próxima semana.

Segundo ele, o objetivo é evitar tragédias como a ocorrida com a menina Stephanie dos Santos Teixeira, 12. A criança morreu no último sábado, no Hospital São Luiz Gonzaga, no Jaçanã (zona norte), depois de ser supostamente medicada com vaselina em vez de soro.

Forte afirmou que a mudança será feita mais por proteção do que por necessidade. Ele explicou que o uso desses medicamentos nas unidades segue as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Anônimo disse...

cada dia parece mais que os leitores desse site fugiram de um hospício ou um zoológico.

Mike disse...

gostaria de fazer uma parceria de links com vcs, meu blog num é o mais visitado nem nada, mas mesmo assim eu faço esse pedido.

Http://opticalgames.blogspot.com

Link: Optical Games

mundoweb disse...

Amigo sou novo no ramo mais tenho muitos amigos da área que estão me ajudando a divulgar, tambem estou divulgando na internet peço parceria com você meu blog é http://mundoweb.nomemix.com/
agradecido desde já

Eduardo disse...

Aceita parceria de links? Caso aceite, adicione meu link, confirme no meu site q eu add seu link! xD http://filmes-e-companhia.blogspot.com/!

LUIZA.P disse...

gostaria muito de fazzer parceria,pois meu blog é visitado pelo mundo inteiro.Gostaria que voce colocasse meu link em seu site que tambem colocarei o seu!

obrigada.

meu blog é http://www.nintendotudo.blogspot.com

♪ Miki ♪ disse...

Olá! Adorei o blog de vocês! Gostaria de firmar parceria, se possível.
Meu blog é sobre moda e música japonesa. Aqui está o link: http://nihonhitstyle.blogspot.com/
Meu banner está em "partners".
Aguardo resposta. ^^

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

o ataque do administrador maligno from hell?

o cara xingou a mae de vcs?

Spam pode, troll pode, viadagem pode, porque apagou esses?

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.

Anônimo disse...

Esta postagem foi removida pelo administrador do blog.